sexta-feira, 15 de setembro de 2006

Café Rock

QUAL É A BOA
Rock e tequila

Algumas dificuldades para achar o endereço - que aparentemente não parece um bar -, mas, enfim, chega-se ao Café Rock. Um espaço meio bar, meio lanchonete, meio ponto de encontro para músicos cearenses que ensaiam no estúdio Vocalize
Camille Soaresda Redação
NO CAFÉ ROCK, a clientela pode provar do limão japonês após a dose de tequila
FOTO NATINHO RODRIGUES

15/09/2006 02:50
Aqueles recadinhos em massa deixados no Orkut, anunciando bares ou festas, não inspiram muita confiança. Precisam de um reforço de pessoas "reais" para ganharem mais atenção. Quando o preconceito é vencido, que tal experimentar, não é mesmo? Algumas dificuldades para achar o endereço - que aparentemente não parece um bar -, mas, enfim, chega-se ao Café Rock. Um espaço meio bar, meio lanchonete, meio ponto de encontro para músicos cearenses que ensaiam no estúdio Vocalize.
Com um quê de alternatividade, o Café exala música. E não poderia ser diferente. Afinal, três bandas ensaiam, ao mesmo tempo que um cliente-amigo senta-se no jardim tocando seu violão e a caixa de som traz uma programação diversa, com Marcelo D2, Ben Harper e afins. Às quintas-feiras, o som prioriza o mangue beat, ao lado de toques mais regionais, como Irmãos Aniceto. Já às sextas, quem manda é o vinil e o cliente pode interferir à vontade. Para combinar, a cerveja long neck de R$ 2 é gelada o suficiente para o cliente não querer encerrar a conversa no terceiro ou quarto copos.
No entanto, longe da cerveja, a bebida que é destaque na casa é realmente a tequila. O acompanhamento, o limão japonês, é colhido do pé ali mesmo, na hora em que a dose é servida. A combinação, exclusiva do bar, custa R$ 6. Para comer, apenas petiscos. Salame com queijo, a R$ 5; ovo de codorna a R$ 3 e camarão ao alho e óleo, por R$ 9. Como explica Ziraldo Felício, um dos sócios, o Café é o ambiente que faltava no projeto Vocalize, que já existe há dois anos. A movimentação começa às 9h, quando os petiscos dão lugar aos salgados e sanduíches e se estende até o último cliente, que na madrugada já prefere um cardápio mais etílico.

SERVIÇO Café Rock - Rua Oswaldo Cruz, 2346, Dionísio Torres. Não aceita cartão. Informações:(85) 3264.4172.
Fonte : Jornal O Povo Fortaleza